Escândalo no Banrisul

Estive na coletiva de imprensa realizada pela Polícia Federal sobre o caso de corrupção no Banrisul. Ildo Gasparetto, superintendente da PF, ressaltou que o Banrisul foi vítima de uma quadrilha que era formada por funcionários públicos e privados que retiravam dinheiro do banco para usar de maneira particular.

Os investigadores acreditam que cerca de R$ 10 milhões tenham sido desviados do banco nos últimos 18 meses. O esquema funcionaria por meio do superfaturamento na produção de ações de marketing contratadas pelas agências de publicidade DCS e SLM, que terceirizavam o serviço subcontratando os reais executores a preços muito menores do que os cobrados do banco.

O nome da agência DCS já esteve envolvido em denúncias feitas contra o governo Yeda Crusius. Em maio de 2009, o conteúdo das gravações do ex-assessor da governadora, Marcelo Cavalcante (que foi encontrado morto Lago Paranoá), aponta uma série de irregularidades na campanha eleitoral de 2006 e no governo do PSDB.

Nestas gravações, Marcelo afirma que algumas despesas do comitê eleitoral de Yeda foram custeadas pela agência de publicidade DCS, que não prestava serviços à campanha nem fez doações oficiais. Segundo o ex-assessor, a DCS teria pago, por exemplo, suas passagens aéreas e diárias no flat Swan Molinos, em Porto Alegre. Após a eleição, segundo a mesma fonte, teria arcado com recepções oferecidas por Yeda em sua casa. Depois que ela tomou posse, a agência teria prosseguido a quitar passagens e diárias de Marcelo. Yeda renovou os contratos que o Banrisul mantinha com a DCS. A agência negou ter pago essas contas a Marcelo Cavalcante. Até o final da tarde de hoje, a empresa ainda não havia se manifestado oficialmente sobre o caso Banrisul.

O PSOL já havia denunciado toda essa corrupção. Se o impeachment da Yeda tivesse sido aceito e todos os crimes tivessem sido apurados teríamos evitado mais um rombo de 10 milhões nos cofres públicos.

Seguimos na luta.

Forte abraço!

Pedro Ruas

4 thoughts on “Escândalo no Banrisul

  1. Artur Ferreira

    Conheço Pedro Ruas há mais de 30 anos. Duas características marcantes em sua trajetória política: a defesa da moralidade e a busca da justiça social. Esse é um político diferenciado e que honra o Rio Grande.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s