Estudantes protestam contra preço do ônibus na Capital

Estudantes da zona norte de Porto Alegre lotaram a sala de comissões da Câmara Municipal nesta terça-feira, 27, para participar do debate sobre o preço das passagens de ônibus. A audiência pública foi pedida pelo vereador Pedro Ruas, líder da oposição na Casa, e teve a participação das comissões de Economia, Finanças, Orçamento, Mercosul e de Urbanização, Transportes e Habitação.

A vereadora Fernanda Melchionna participou da audiência, questionando a metodologia do cálculo das passagens apresentada pelo técnico da EPTC – Empresa Pública de Transporte e Circulação Rodrigo Sausserig. Os estudantes levantavam as mãos a cada vez que se falava no preço das passagens, simulando uma situação de vítimas de assalto, além de carregarem cartazes com mensagens criativas, criticando o alto preço dos transportes em Porto Alegre.

Fernanda é autora de um projeto vetado pelo então prefeito José Fogaça que estende a meia passagem aos estudantes para domingos e feriados. Ela explicou que as atividades de formação do estudante não se dão somente nas salas de aula, mas também em atividades extra-curriculares, como cultura e pesquisa.

A reunião infelizmente acabou antes do prazo previsto, pois vereadores da base do governo não respeitaram as manifestações, criando uma confusão devido ao conteúdo crítico dos cartazes portados pelo movimento. Fernanda cobrou dos demais vereadores mais respeito à liberdade de expressão dos estudantes.


Fonte: fernandapsol.com.br

2 thoughts on “Estudantes protestam contra preço do ônibus na Capital

  1. Exatamente assim, deveria ter o questionamento dos cálculos dos valores das passagens. O entendimento da Vereadora Fernando é perfeito. Muitas atividades ligadas a cultura e lazer estão acontecendo nos domingos e feriados. É fundamental que os estudantes possam ter uma participação mais ativa na vida cultural de Porto Alegre.

  2. Emerson Dorneles

    Caro Vereador PEDRO RUAS

    Tenho acompanhado o Sr. em todos os momentos, inclusive na mídia e na campanha para governador, na qual eu votei no senhor.
    Quero antes de mais nada, dizer que admiro o que o senhor faz, pois precisamos de políticos com a garra e a coragem que o senhor tem.
    Sobre a tarifa de Porto Alegre, acho um absurdo, pois desde a primeira greve (se é que podemos chamar assim) até o aumento da tarifa,
    é como uma orquestra, tudo sincronizado, para não dizer JOGO DE CARTAS MARCADAS.
    O Sindicato do Rodoviários “come” nas mãos dos empresários, onde a ATP (Associação dos Transportadores de Passageiros) tem sido
    praticamente uma máfia, onde o que eles apitam é lei.
    Está na hora de darmos um basta nisso, acabar com essa vergonha, pois estamos perto da Copa de 2014 e Porto Alegre não evoluiu.

    O sistema em Porto Alegre funciona assim cada ano no transporte:
    Meia dúzia de funcionários, administrados pelo sindicato dos rodoviários, elabora uma paralisação, o sindicato faz um teatro, as empresas
    sabendo disso fazem sua parte no teatro, chutam um percentual, o sindicato finge que não gosta e aceita o percentual que os empresários
    determinam.

    Após isso, as empresas chutam um percentual alto de aumento para a tarifa, o povo retruca, não aceita, mas quem manda em Porto Alegre
    é a ATP, e a tarifa acaba sendo aumentada.

    Espero ter lhe mostrado um pouco de como funciona esta máfia.


    Abraços

    Emerson Dorneles

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s